Nosso Blog

Porque Eu Nunca Cobrei o Que Eu Mereço

No comments

Existem muitas pessoas em nosso mercado, mas não somente nele, que adoram usar um termo que já virou clichê. E este termo é: “VOCÊ TEM QUE COBRAR O QUE VOCÊ MERECE!”

Mas eu tenho certeza que este termo não vai te levar a lugar algum. Eu acredito que ele tem causado muito sofrimento em nosso mercado. As pessoas acreditam que o seu merecimento é dependente dos seus preços. É como se o seu merecimento fosse algum tipo de candidatura eleitoral, que dependesse de alguém votar em seu número, em sua chapa eleitoral, dizendo sim ou não para você ser eleito, no caso, contratar o seu serviço.

Pare para pensar, você pode imaginar? O meu merecimento seria então dependente sobre quanto eu cobro pelo meu serviço? É muito desapontamento, muita comparação e muito “tudo” que entra neste conceito e acaba machucando demais as pessoas. Eu realmente espero, do fundo do meu coração, que isto seja extinguido, não só do nosso mercado onde é tão proliferado, quanto da face do nosso planeta!

Nós simplesmente não devemos mudar o que nós valemos, nós não estamos a venda! Cobrar pelo que mereceremos seria não considerar a natureza inestimável do que realmente somos. A realidade é a seguinte:

VOCÊ NÃO É O SEU NEGÓCIO!

Você não é o seu sucesso, eu não sou o meu sucesso e também não sou minhas falhas. Por quê? Porque meu merecimento não tem preço. Meu merecimento não tem qualquer dependência dos meus sucessos ou dos meus fracassos, não é dependente se eu cobro 5 reais ou se eu cobro 5mil reais.

Quando nós atrelamos o nosso merecimento com algo positivo que acontece, ou não, em nossos negócios, começamos a ter alterações vertiginosas em nossa nossa automotivação e, consequentemente, em nosso comportamento do dia para a noite. Um sobe e desce frenético e assustador. Isto simplesmente não funciona, exceto para te fazer mal.

Eu escolhi desconectar totalmente o meu merecimento dos meus negócios. Imagine você conectar o seu merecimento em algo tangível no mundo material. Se você conseguiu, ótimo! Mas se não conseguiu é porque você não fez por merecer? Sinceramente isto só pode te colocar em problemas profundos.

Mas porque então nasceu este clichê de cobrar o que você merece? Bem, eu só posso imaginar que foi com a mais positiva intenção, para incentivar as pessoas que entregam valores inestimáveis para outras, que ajudam outras, que se preocupam em fazer o melhor sempre e não cobram adequadamente por isto, na verdade cobram muito abaixo do que deveriam.

Eu acredito plenamente em nossos valores, e faço tudo para garantir que nossas empresas não subestimem a transformação que nós podemos proporcionar para quem nos procura, que não subestimem os resultados que nós trazemos para nossos clientes, que não subestimem o valor dos nossos serviços. Você compreende? Não tem nenhuma relação comigo ou com você, tem relação com o meu e o teu serviço.

EU QUERO COBRAR SOBRE O QUE EU ACREDITO QUE NOSSOS SERVIÇOS MERECEM!

Eu quero cobrar sobre o valor que eu acredito que tem sido fornecido, sobre os resultados e a transformação gerada para os meus clientes. O quanto eu cobro não está baseado no meu mundo. Quando nós, empreendedores bem-intencionados, começamos a separar nós mesmos dos nossos preços, nossa habilidade em cobrar o que nós queremos cobrar se fortalece a cada dia.

 

Me recordo quando comecei a perceber isto e desafiei o meu mind-set, minha maneira de ver a vida, mudando minha maneira encarar o quanto eu cobrava pelos meus serviços. Foi um alívio tremendo sobre minha mente. Porque até então, em qualquer situação eu me penitenciava pelos meus preços. Toda vez que um cliente dissesse não ou toda vez que eu analisava minha conta bancária. Era terrível, pois eu me culpava por todos estes resultados. Quando eu comecei a entender que os resultados não eram um fator pessoal, mas sim porque eu não tinha certas habilidades para mudá-las, naquele momento eu pude mudar a minha vida.

Os seus resultados não têm relação com o seu merecimento, mas sim com as habilidades ou a falta delas. E isto pode sim ser totalmente mudado. Você entenderá que não é capaz de fazer alguma atividade ou mudar o resultado naquele momento, mas poderá planejar para se capacitar independentemente do seu merecimento.

Acredite, isto fará uma tremenda diferença na sua vida!

Uma das causas principais em relacionar o seu merecimento com os resultados do seu negócio é a atitude de se comparar com outros de alguma forma. Em outras palavras, comparar os seus preços com os preços dos outros é uma grande causa de sofrimento. Quando eu comecei a analisar os valores que nós entregamos em nossos negócios, eu parei de olhar o quanto meu concorrente cobra e comecei a cobrar sobre o valor que acreditamos que entregamos. E isto simplesmente foi uma das melhores decisões que eu tomei.

“Trocando e miúdos”:

  • Seu merecimento não vai aumentar ou diminuir baseado no seu sucesso;
  • Você não está à venda;
  • Você nunca estará à venda;
  • O que está à venda é o resultado que seu negócio entrega;
  • A transformação que você gera para seu cliente está à venda;
  • A qualidade do seu serviço está à venda;

Tudo isto está à venda, e é sobre tudo isto que você tem que cobrar, menos sobre você!

Espero que você tenha gostado deste artigo e que possa te ajudar de alguma forma. Caso queira saber mais sobre o assunto de precificação, te convido a acessar este link e conhecer o nosso novo programa PrecifiQ que vai ajudar você a criar novas habilidades para atingir novos resultados transformando o seu negócio.

Se você gostou, compartilhe em suas redes sociais, seus amigos podem estar precisando disto e poderão gostar muito do seu compartilhamento.

Até a próxima! 😉

Bjs

Tati Ulhôa

 

Compartilhe esta Dica! :)
Alexandre AraujoPorque Eu Nunca Cobrei o Que Eu Mereço

Related Posts

Deixe uma resposta