[ Sobre Nós ]

VIVER DE FESTAS!

Quando você era criança, brincava do quê? Quero te contar um pouco da minha história para você saber como conquistei o meu espaço e consegui viver de festas, me tornando uma pessoa feliz e realizada.

Eu queria viver de festas e não sabia!

Eu brincava de bonecas! E meu grande barato era fazer lembrancinhas para elas. Todas as pessoas que chegavam na minha casa ganhavam uma fraldinha feita com folha de sulfite com uma tag com o nome da minha boneca.

Quando eu tinha uns 10 anos, acredito que já tinha decidido que iria virar empreendedora (risos). Comecei a fazer festas para as minhas bonecas. Passava o dia todo fazendo o casamento da Barbie, com direito a bolo, flores do jardim e uma grande dose de imaginação.

Confesso que eu não estava nem aí para o Ken ou mesmo para o vestido de noiva. Eu queria era decorar e fazer festas.

O que você quer ser quando crescer?

Os anos se passaram, virei uma quase adulta e eis que chega a hora da verdade. Sim, eu também tive que escolher o que eu queria ser quando crescesse.

Havia acabado de me formar no segundo grau, naquele tempo chamávamos de colegial e era chegada a hora de ir para a faculdade. Acabei optando pelo Direito mas até hoje não entendi o real motivo, talvez pensava em uma boa remuneração ou ainda porque eu adorava ver os meninos de terno e gravata. Eu achava lindo (risos)! 

Depois de 5 anos estava formada mas passei um ano desempregada. Um total desespero! Até que consegui um “estágio” mas fiquei só 3 meses.

Mas e agora? O que eu iria fazer?

Então tive que me perguntar novamente o que eu queria ser quando crescer.

Uma amiga de infância estudava arquitetura e achava aquilo muito legal, porém eu não queria fazer mais uma faculdade e meus pais não tinham grana suficiente para me bancar em mais 5 anos de estudo. Então, depois de algumas pesquisas descobri a escola ETE, uma escola técnica estadual gratuita que ministrava um curso de design de interiores. Era o que eu precisava! Fiz as provas seletivas, chamadas de vestibulinho, passei e pensei: “- Agora sim! Vou trabalhar com cores, formas, desenhos, combinações… Enfim, feliz.

E pouco tempo depois de formada descobri que nem tudo são flores ou cores, formas, desenhos, combinações ou mesmo feliz. Nem sempre o seu plano, aquele que você coloca no papel, se aplica na prática. Os profissionais envolvidos em uma obra nem sempre estão tão interessados quanto você e acabei desencantando da profissão. Neste tempo eu ainda imaginava que talento era tudo e não pesquisei e estudei o necessário para a minha tomada de decisão. Enfim, fez parte do aprendizado!

Coloquei minhas esperanças na profissão de design de interiores, mas realmente a casa caiu para mim e, novamente, estava pensando o que eu queria ser quando crescer.

De novo, Tatiana?

Sou uma pessoa que sempre está procurando alternativas de negócios e um certo dia, assistindo a um programa de TV num sábado ‘a noite, assistindo ao programa do Otávio Mesquita, uma empresa que fazia decoração romântica para casais e acreditei que poderia fazer também.

Fiz algumas pesquisas e percebi que não precisava de muito investimento, e minha vontade de fazer acontecer estava nas alturas. O único material que eu precisava era um balde bonito de gelo, que eu não tinha dinheiro para comprar, mas encontrei um lugar que alugava. Pronto! Estava resolvido!

Todos os demais materiais poderiam ser adquiridos sob demanda, ou seja, após me contratarem e me pagarem antecipadamente.

Meus cliente amavam as decorações e eu ficava bastante feliz em fazê-las, mesmo tendo que trabalhar nos horários em que todos estavam se “divertindo”. Mas o que eu não sabia é que não existiam tantos casais apaixonados dispostos a pagar pelas decorações e o negócio não ia bem das pernas.

O começo da virada para viver de festas

Um dia, minha irmã Flávia, que é atriz, me chamou para trabalhar com ela em um evento. Ela não me deu muitos detalhes, mas fui mesmo assim, afinal eu precisava de dinheiro. A situação não era das melhores!

Chegando no local do evento ela me diz: “-Que bom que você chegou, veste isso aqui!”. Uma fantasia da Mulher Elástico do filme Incríveis. Foi ali que me tornei animadora de festas infantis!

Viver de Festas

Você pode imaginar os possíveis julgamentos que recebi? Como assim uma advogada com carteira da OAB, designer de interiores homologada pela ABNT, vestida com macacão vermelho, brincando na piscina de bolinhas com as crianças?

Eu não dei a mínima para a opinião dos outros, foi uma das experiências mais enriquecedoras da minha vida! Gostei tanto que continuei como animadora por algum tempo e já fui vários personagens diferentes.

Viver de Vestas
Viver de Festas

Nasce a Decorando Emoções

Ser animadora de festas infantis foi a oportunidade que eu precisava. Comecei a frequentar os bastidores de todos os tipos de festas e percebi que as pessoas gastavam um dinheirão em decorações que, na minha opinião, não eram tão “bonitas” assim, ou seja, na valiam o que os clientes pagavam.

E como eu não pretendia ser super-herói para sempre, finalmente descobri que o que eu queria ser quando crescesse era trabalhar com festas. Foi um verdadeiro renascimento! Juntava todos os R$ 50,00 que ganhava em cada festa pois eu queria ter uma empresa para chamar de minha.

Foi então que em 2004 nasceu a Decorando Emoções com a missão de mudar a forma de fazer festas infantis. Fomos os pioneiros no conceito de Festas Personalizadas.

Expandindo os horizontes

Após muito trabalho de divulgação sobre festas personalizadas, o conceito foi muito bem aceito pelo público e a Decorando Emoções cresceu. Cresceu tanto que em 2009 lançamos nossa própria marca de artigos de festas que tinha a proposta de temas neutros e delicados que não existiam no mercado, desenvolvidos exclusivamente para lojistas.

Uma revolução para época!

E como fazer diferente está no meu sangue e claro, no da Decorando Emoções, observamos uma carência e oportunidade no mercado de festas infantis e decidimos criar em 2011 o Primeiro Curso de Decoração de Festas Infantis para quem sonhava em viver de festas.

Montamos um espaço de cursos, especialmente preparado para receber alunas de todo Brasil, e fomos aumentando a nossa grade cursos aos poucos.

Em 2016 a Decorando Emoções entrou definitivamente para o mundo online com o PLANO 10, um curso totalmente online para que pudéssemos alcançar o mundo inteiro.

Nosso nome, definitivamente estava na “boca do povo”! Tanto que fui contratada com consultora da loja de artigo de festas You Do It e já em 2017 assumimos 100% o controle operacional da empresa, tornando-a referência para todo o mercado, com produtos exclusivos, lançamentos constantes e atendimento excepcional.

Prestei várias consultorias para empresas do setor dando o melhor direcionamento para que elas alcançassem suas metas e objetivos.

De cara nova

Em 2018 decidimos que era hora de mudar de ares e sair da cidade de São Paulo para me dedicar a uma grande missão: Construir um novo mercado de festas.

Hoje ajudo pessoas comuns a transformarem o seu sonhe de viver de festas em um negócio lucrativo e sustentável através de:

Viver de festa

E se você me perguntar como eu me sinto diante de tudo que já aconteceu, posso te dizer que sou muito feliz e extremamente agradecida pela Decorando Emoções ter ser tornado tudo o que ela é hoje. E vamos em frente que vem muita coisa boa pela frente. Obrigado pelo seu carinho e pelo seu interesse em querer VIVER DE FESTAS como eu sempre vivi!

Gostou?

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Tati Ulhôa

Tati Ulhôa

Decoradora e empreendedora do mercado de festas desde 2004,auxilia milhares de seguidores através do maior e melhor canal do YouTube para quem deseja crescer na profissão.